TRIPLE HELIX EM EVIDÊNCIA: GOVERNO DE MINAS, UFV E EMPRESAS DO TECNOPARQ, OS TRÊS ATORES DA INOVAÇÃO NA MESMA MESA.

 

Todos que nos acompanham nas redes sociais sabem que acreditamos no modelo Triple Helix de Inovação. Acreditamos que a chave para o desenvolvimento tecnológico inovador é a sinergia entre: Universidade, Empresa e Governo. Enquanto a universidade está criando novas tecnologias e formando talentos, as empresas estão empenhadas em colocar novos produtos e serviços no mercado e o governo dando incentivo em forma de políticas públicas que favorecem o progresso. Habitats de inovação como o nosso, são um elo entre esses três atores e impulsionam o processo de inovar, somos muito orgulhosos dessa missão.

Ontem (01/10) tivemos uma reunião incrível aqui no tecnoPARQ, estiveram conosco o Subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, Felipe Attiê e o Deputado Estadual Roberto Andrade que foram recebidos pelo Reitor da UFV, Prof. Demetrius David da Silva, pela Coordenadora do tecnoPARQ Jucélia Lopes, pelos nossos colaboradores e por diversos empreendedores de startups vinculadas ao parque. Sim, todos os atores do modelo Triple Helix reunidos, fantástico né? Também achamos!

Para Jucelia Lopes, “essa presença do governo, tanto do poder executivo quanto do legislativo é extremamente importante para as startups que são vinculadas ao parque, desde as pré-incubadas até as residentes, pois ratifica a importância da inovação para o governo de Minas que tem se empenhado em grandes ações de apoio e fomento ao desenvolvimento tecnológico inovador, inclusive com a atração de players para o estado”.

O Prof. Demétrius abriu a reunião falando da parceria constante com o governo de Minas. Na última quarta-feira (29) “a UFV conquistou cerca de R$ 129 milhões do governo mineiro para ações em Viçosa, Rio Paranaíba e Florestal. Este valor é altamente relevante visto que o orçamento previsto da universidade para 2021 foi de R$ 70,867 milhões” grifou. O Reitor falou ainda sobre a alegria de poder apresentar a Attiê e a Andrade tecnologias de ponta 100% nacionais desenvolvidas na UFV. “Temos o mais difícil que é recurso humano altamente qualificado, em todos os rankings que analisam qualidade a UFV obtém excelentes colocações, graças a seus resultados que são extraordinários.”

Quatro das startups vinculadas ao parque tiveram a oportunidade de apresentar seus pitchs aos visitantes. A Contajá, por exemplo, está revolucionando a forma com que empresas se relacionam com a contabilidade, oferecendo uma plataforma incrível com um serviço contábil de qualidade, conectado, eficaz e de baixo custo em relação ao escritório de contabilidade tradicional. Eles conseguem uma economia para o cliente de até 90% e terão 10mil clientes até 2024, número até modesto considerando que após a residência no tecnoPARQ a empresa conseguiu dobrar a base de clientes em menos de 12 meses. Segundo a startup, nos últimos meses foram captados cerca de R$ 1,2 milhão em investimentos graças as conexões oferecidas pelo parque. Já a AronTech é uma startup de automação florestal que surgiu nos programas de aceleração do parque e já desenvolveram diversas soluções tecnológicas para viveiros comerciais de mudas, tanto para florestas nativas, quanto para as plantadas. A startup está em contato com os maiores players florestais do Brasil.

Outra startup que abrilhantou a tarde foi a Recombine Biotech que desenvolve diversos projetos para saúde humana e animal. A startup tem 2 projetos de vacinas veterinárias em desenvolvimento, para suínos e cães, testes diagnósticos para leishmaniose canina e leptospirose canina e humana, e 2 testes rápidos para Covid-19, um deles com tecnologia 100% nacional. Através de parceria com a UFV, a Recombine também está em fase inicial de desenvolvimento de uma molécula com potencial fármaco para o tratamento de Covid-19.

E por último, foi a vez da Dinni Soluções, primeira empresa residente no parque, que apresentou a Esteio, uma plataforma de gestão agropecuária com controle zootécnico e financeiro para empresas rurais da pecuária de leite e de corte que já está em centenas de fazendas do Brasil e continua em franco crescimento.

Segundo Attiê, “é disso que o Brasil está precisando: empreendedores que sabem onde querem chegar para levantar a economia deste país.” O secretário afirmou ainda que, os aportes que a UFV recebeu nos últimos dias foram absolutamente merecidos dada a excelência no ensino, pesquisa e extensão há mais de 95 anos e pediu que a universidade continuasse formando talentos para a tecnologia, “o Brasil e o mundo precisam de programadores, invistam na formação desses profissionais”.

A UFV está atenta a essa demanda global por programadores e apoia diversas iniciativas no intuito de entregar ao mercado profissionais cada vez mais críticos, disruptivos e capazes de construir o novo.

Fique por dentro de tudo

Posts relacionados

Inovação Aberta Sem Fronteiras: Como o tecnoPARQ tem ajudado Startups e Grandes Empresas a Revolucionarem o Mercado

No cenário dinâmico e competitivo de hoje, a inovação não pode mais ser vista como um esforço isolado. O conceito de Inovação Aberta surge como um poderoso paradigma, onde a...
20 junho 2024

Como Dominar a Gestão Financeira da Sua Startup: Dicas Práticas para Empreendedores

Introdução A gestão financeira é um dos pilares fundamentais para o sucesso de qualquer startup. Sem um controle rigoroso das finanças, mesmo as ideias mais brilhantes podem falhar. Neste artigo,...
18 junho 2024

tecnoPARQ promove treinamento sobre Gestão da Inovação para empresa associada

Na última terça-feira (11/06), o Parque Tecnológico de Viçosa promoveu um treinamento para a Tial, empresa associada do tecnoPARQ. O tema foi Gestão da Inovação, um assunto crucial para as...
14 junho 2024