tecnoPARQ e Prefeitura Municipal de Viçosa alinham ações para a promoção do desenvolvimento econômico de Viçosa.

Na ocasião a Diretora Executiva do tecnoPARQ, profa. Dra. Adriana Ferreira de Faria, apresentou os resultados obtidos pelo tecnoPARQ nos últimos e discorreu sobre a sua contribuição para o desenvolvimento econômico e social de Viçosa e Região.

Na sexta-feira, 07 de julho, o tecnoPARQ recebeu, para uma reunião, o Vice- prefeito Municipal de Viçosa, Luís José de Arruda Alves; o Secretário de Governo, Reinaldo Lopes de Souza Leite; o Secretário de Fazenda, Dionísio Márcio Irias de Souza; o Procurador Geral do Município, Adriano de Castro Antônio, a  Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Rita de Cássia Fialho Rodrigues, além dos representantes do Conselho Municipal de Inovação Tecnológica (CMIT): Anderson Donizete Meira, representando a FDV; Amanda Rosa, chefe de Desenvolvimento e Danielle Guimarães, chefe de indústria e comércio.

 

Nesse encontro que também contou com a participação da Coordenadora do tecnoPARQ, Jucélia Maria Lopes Maia Roberto, foram discutidos aspectos referentes à Lei Municipal de Inovação. 

A comitiva da Prefeitura Municipal de Viçosa também visitou as instalações do tecnoPARQ e conferiram a infraestrutura de ponta do Laboratório de Físico-Química, Microbiologia e Biologia Molecular, de uso compartilhado e o Agro Maker Lab, em parceria com SENAR, que será inaugurado neste mês.

O tecnoPARQ que conta com o apoio da gestão municipal para o desenvolvimento de suas ações, também recebeu o reconhecimento dos participantes desta reunião pela sua contribuição para o desenvolvimento econômico e sustentável do município de Viçosa.

 

Sobre o impacto do Parque Tecnológico para a cidade de Viçosa e região

 

Parques Tecnológicos são empreendimentos de grande relevância no cenário mundial globalizado. Considerados como um mecanismo de inovação são tidos como ecossistemas de alto potencial capaz de propiciar transformações do conhecimento científico em desenvolvimento social e econômico (MCTI, 2014). Com o Parque Tecnológico de Viçosa, não é diferente. Os impactos positivos do tecnoPARQ para Viçosa e região podem ser mensurados em números.

Dos quatros parques tecnológicos em operação no estado de Minas Gerais: BH-TEC, Parque Tecnológico de Belo Horizonte; Parque Tecnológico de Uberaba; Parque Tecnológico de Santa Rita do Sapucaí; PCTI – INOVAI,em Itajubá; o tecnoPARQ, Parque Tecnológico de Viçosa foi o primeiro a entrar em operação.

Na Região da Zona da Mata vivem mais de 2 milhões de mineiros, em 142 municípios, ocupando uma área total de 35,7 mil km². A região é dividida em 7 microrregiões, com sede nas cidades de Juiz de Fora, Cataguases, Ponte Nova, Ubá, Manhuaçu, Muriaé e Viçosa.

A cidade de Viçosa se destaca por sua rede educacional, em especial pela Universidade Federal de Viçosa – UFV. Atualmente, a cidade também é considerada uma das melhores cidades para viver e estudar do país. De acordo com dados do IBGE [2021], Viçosa conta com 23.734 pessoas ocupadas, de uma população, de 76.430 pessoas, dado o último censo [2022], o que corresponde a 28,9% da sua população, com uma remuneração média mensal de 3 salários mínimos por pessoa.

Ainda segundo o IBGE [2020], o PIB per capita da cidade é de R$ 22.472,92, que também conta com um alto Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) [2010] de 0,775. No que diz respeitos às receitas realizadas [2017], foram R$207.830,85 (×1000) e às despesas empenhadas [2017] foram R$190.636,42 (×1000).

De acordo com dados do tecnoPARQ de 2022, foram 77 startups apoiadas por sua iniciativa, 44 empresas juniores, 54 empresas graduadas e 29 empresas residentes que faturaram mais de R$45 milhões e contribuíram para a geração de mais 500 empregos diretos. Soma se a isso mais de 11 mil pessoas impactadas por palestras e outras ações em prol da educação empreendedora e da importância da inovação tecnológica.

Isso sem falar do tecnoPARQ Social, que é o braço do Parque Tecnológico que desenvolve ações voltadas à comunidade. Através dele, e de parceiros, são ofertadas diversas atividades como cursos e treinamentos de aperfeiçoamento e qualificação profissional a atividades de lazer e esportiva, aulas de natação e hidroginástica.

Nos anos de 2019 a 2023, o tecnoPARQ Social conseguiu impactar cerca de 2.827 pessoas. Já no ano de 2023, até o mês de maio já foram impactadas 354 pessoas.

 

 

Fique por dentro de tudo

Posts relacionados

Workshop sobre SoftLanding do Programa Brasilesia Impulsiona Cooperação Internacional em Inovação

No dia 11 de junho, o tecnoPARQ promoveu mais um workshop do Programa Brasilesia, focado no tema SoftLanding. O evento contou com a participação de Marco Quirino, Diretor Executivo da...
13 junho 2024

Mitos e Realidades do Empreendedorismo Tecnológico

Empreender no setor tecnológico é frequentemente visto como uma jornada repleta de glamour e sucesso instantâneo. No entanto, a realidade é mais complexa e desafiadora do que muitas vezes se...
13 junho 2024

Mentoria e Aconselhamento para Empreendedores: O Guia Completo

No mundo dinâmico e desafiador do empreendedorismo, ter uma boa ideia e recursos financeiros são apenas parte do quebra-cabeça. A experiência, os insights e a orientação podem ser fatores decisivos...
11 junho 2024