PROGRAMA DE INCUBAÇÃO CRUZADA BRASIL-ÍNDIA PROMOVE INTERC MBIO INTERNACIONAL COM STARTUPS BRASILEIRAS

 

O Programa Agritech Brasil-Índia de Incubação Cruzada 2019-2020 é uma das muitas ações voltadas à internacionalização da atuação do tecnoPARQ e empresas parceiras no último ano. A iniciativa foi uma parceria entre o tecnoPARQ e a Anprotec, Ministério das Relações Exteriores (MRE), pela Embaixada do Brasil em Nova Délhi, pela Incubadora PusaKrishi e pelo Department of Science & Technology (DST) e embaixada da Índia no Brasil. A semana de eventos que encerrou a edição do programa aconteceu em dezembro de 2020 contou com atividades online promovidas por profissionais de cada país e apresentações das startups selecionadas para o programa. O objetivo do programa é estimular o intercâmbio e a integração dos mercados entre o Brasil e a Índia, apoiando o desenvolvimento e a internacionalização de empreendimentos que atuam com agrotecnologia.

O tecnoPARQ foi selecionado junto com mais um parque tecnológico brasileiro para compor o painel de instituições nacionais com a infraestrutura necessária para incubar não apenas startups locais, mas também as indianas participantes. Respeitando os pré requisitos, não apenas dos parques tecnológicos participantes, mas também das startups, foram representantes do brasil a Aegipan, Natura Crop Care, Satyukt e Zentron.

O Programa Agritech Brasil-Índia de Incubação Cruzada 2019-2020 consiste em duas fases principais. Na primeira, representantes de startups brasileiras de agrotecnologia participaram de uma intensa agenda de atividades na Índia. As startups foram recebidas no país entre os dias 09 e 20 de dezembro de 2019 por instituições locais de incubação agrícola, que realizaram seminários sobre tecnologia, ecossistemas de inovação e oportunidades de negócios; mentorias e treinamentos sobre políticas de comércio exterior e investimentos no mercado indiano; networking e uma série de visitas técnicas. Na segunda fase, os representantes das agritechs indianas selecionadas foram amparados por incubadoras brasileiras com atuação neste mercado.

Esta parceria é um modelo executivo de cooperação que fortalece o Innovation BRICS Network (iBRICS Network). Nesse sentido, também estão previstas novas chamadas entre os signatários (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) a fim de ampliar a abrangência da rede.

A iBRICS Network é um mecanismo de diálogo direto, apoio mútuo, projetos conjuntos e intercâmbio das melhores práticas entre parques científicos e tecnológicos, incubadoras e aceleradoras de empresas de base tecnológica e outras organizações inovadoras dos países do BRICS.

Fique por dentro de tudo

Posts relacionados

Workshop sobre SoftLanding do Programa Brasilesia Impulsiona Cooperação Internacional em Inovação

No dia 11 de junho, o tecnoPARQ promoveu mais um workshop do Programa Brasilesia, focado no tema SoftLanding. O evento contou com a participação de Marco Quirino, Diretor Executivo da...
13 junho 2024

Mitos e Realidades do Empreendedorismo Tecnológico

Empreender no setor tecnológico é frequentemente visto como uma jornada repleta de glamour e sucesso instantâneo. No entanto, a realidade é mais complexa e desafiadora do que muitas vezes se...
13 junho 2024

Mentoria e Aconselhamento para Empreendedores: O Guia Completo

No mundo dinâmico e desafiador do empreendedorismo, ter uma boa ideia e recursos financeiros são apenas parte do quebra-cabeça. A experiência, os insights e a orientação podem ser fatores decisivos...
11 junho 2024