MINAS GERAIS É O TERCEIRO ESTADO BRASILEIRO COM A MAIOR CONCENTRAÇÃO DE STARTUPS

 

Minas Gerais tem se consolidado como um ambiente de estímulo e desenvolvimento de startups. De acordo com dados do mapeamento da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), o estado é o terceiro do país com a maior concentração deste tipo de empresa. Ao todo, Minas concentra 9,5% das startups do país, ficando atrás de São Paulo (32,5%) e Santa Catarina (12,6%).

Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede), o número de startups também está em ritmo de crescimento no estado, saltando de 365 empresas registradas em 2015 para cerca de 1.250 em 2022, aumento de 242%. É nesse contexto que o tecnoPARQ atua no fomento de um ambiente favorável ao desenvolvimento de startups, promovendo a cultura da inovação, competitividade industrial, capacitação empresarial e transferência de conhecimento e tecnologia entre universidades, instituições de pesquisa e empresas, com o objetivo de promover a geração de riquezas para a comunidade e o desenvolvimento regional. Como o primeiro parque tecnológico a entrar em operação em Minas Gerais, o tecnoPARQ não está apenas inserido, mas protagoniza a história que levou o estado a conquistar a terceira posição entre os estados que mais concentram startups no país.

Fomentar o crescimento de startups também auxilia no surgimento e na captação de talentos no estado. A evolução deste segmento gera empregos qualificados, garantindo com que a mão de obra especializada continue atuando dentro do estado, uma vez que ter esse nicho contribui também para o desenvolvimento individual e coletivo dos trabalhadores nas áreas de tecnologia.

 

Ações de incentivo

Minas Gerais conta com programas de incentivo a startups. Um deles é o Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed), que apoia empresas de tecnologia com rodadas anuais de investimento.

Outras iniciativas também existem em Minas para incentivar o setor, como o Tecpop Minas, que busca qualificação de mão de obra para suprir o déficit de desenvolvedores e programadores no estado. Cerca de 100 municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) foram selecionados pelo programa e receberam 20 notebooks e aparelhos de wi-fi, além de treinamento para que os servidores dos municípios tenham a capacidade de facilitar o acesso ao Tecpop e ajudar na inclusão digital.

Existe também o projeto Vivência Universitária em Empreendedorismo e Inovação (Vuei), que busca apoiar o desenvolvimento dos ecossistemas de inovação e empreendedorismo nas Instituições de Ensino Superior (IES) do estado de Minas Gerais. O objetivo do programa é promover a aproximação entre o mercado e a academia, estimulando a criação de projetos e negócios inovadores que envolvam ciência e tecnologia dentro das instituições de ensino.A Sede também mantém o Hub MG, uma iniciativa que apoia as médias e grandes empresas no processo de inovação. É um local onde empresas tradicionais apresentam desafios e abrem espaço para que soluções tecnológicas sejam apresentadas por startups. Ou seja, abre o mercado para as startups, facilitando o contato entre essas empresas e melhorando o ambiente de negócios.

Fique por dentro de tudo

Posts relacionados

Desafios e Soluções no Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos

O desenvolvimento de novos produtos tecnológicos é uma jornada complexa e repleta de desafios. Desde a concepção da ideia até a entrega do produto final, inúmeras barreiras podem surgir. No...
18 julho 2024

Sustentabilidade e Inovação: Caminhos para um Futuro Verde

A sustentabilidade é um dos desafios mais urgentes do nosso tempo. Com a crescente preocupação com as mudanças climáticas, a escassez de recursos naturais e a degradação ambiental, a busca...
16 julho 2024

Coffee Talk e graduação da Pecuária Brasil acontecem no tecnoPARQ

Mais uma edição do Coffee Talk aconteceu no tecnoPARQ, na tarde desta quinta feira, dia 11 de julho. O evento, que é realizado a cada dois meses, possibilita a troca...
11 julho 2024