A IMPORTÂNCIA DA LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS PARA STARTUPS

 

A Lei nº 13.709, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), é de extrema importância na atuação de startups em todo o país. Ao lidar com dados de qualquer natureza, precisam estar de acordo com a LGPD para ter a privacidade desses dados protegida. Em suma, a lei define diretrizes obrigatórias em relação à coleta, processamento e armazenamento de dados pessoais.

O efetivo cumprimento da lei garante a privacidade e a proteção de informações pessoais e estabelece uma relação de segurança no tratamento dos dados entre empreendimento e cliente.

Raul Junqueira, sócio do Escritório de Advocacia, Fialho e Junqueira, empresa que fornece às startups apoiadas pelo tecnoPARQ consultorias e outros serviços dentro da área jurídica, produziu um texto sobre a importância da LGPD para startups.

Segue abaixo o texto de Raul Junqueira:

“A LGPD entrou em vigor em 2020, e criou princípios e deveres que devem ser respeitados por todas as empresas no tratamento dos dados pessoais de seus clientes, fornecedores, empregados e demais participantes de sua estrutura.

Essa preocupação com a proteção e tratamento de dados pessoais impôs que as empresas fizessem um mapeamento de risco e elaborassem uma avaliação de risco, percorrendo todo o caminho dos dados coletados, se adequando aos princípios da LGPD.

Startups são empresas peculiares, têm estrutura de formação diferente das tradicionais empresas que conhecemos. Diversos paradigmas organizacionais são eliminados, e novos tipos de gestão são formulados.

Atento a estas peculiaridades, a Agência Nacional de Proteção de Dados realizou uma Consulta Pública, e posteriormente uma Audiência Pública, em 14 de setembro de 2021, apresentando uma minuta de resolução, que regulamenta a aplicação da LGPD para as startups, para microempresas e empresas de pequeno porte, e aos MEIs. Essa minuta dispensou e flexibilizou pontos constantes na LGPD, tornando, em uma primeira análise, o cumprimento da Lei menos oneroso para esse nicho de empresas. A ANPD se comprometeu a abordar os pontos com um Guia orientativo, que tratará das diferenças de aplicação da Lei para as startups.

Nosso país tem uma cultura recente e em desenvolvimento a respeito da proteção de dados, por isso as startups precisarão se adequar desde sua criação a esta realidade. Porém, não precisarão alterar sua estrutura e corpo de funcionamento de forma substancial, evitando que sejam oneradas ao ponto de colocar em risco o funcionamento do seu empreendimento.

O caminho de adequação à LGPD ainda está no início, muitos ajustes ocorrerão. O importante é que os empresários estejam bem assessorados por equipe jurídica que oriente, com consultorias específicas, a respeito da correta forma de tratamento dos dados, criando uma cultura organizacional de proteção dos dados. A automação e o amadurecimento organizacional são definitivos, e irão prosperar as Empresas que mais rapidamente entenderem esta importância, pois em breve o mercado não absorverá quem não estiver adequado.”

Fique por dentro de tudo

Posts relacionados

Como Dominar a Gestão Financeira da Sua Startup: Dicas Práticas para Empreendedores

Introdução A gestão financeira é um dos pilares fundamentais para o sucesso de qualquer startup. Sem um controle rigoroso das finanças, mesmo as ideias mais brilhantes podem falhar. Neste artigo,...
18 junho 2024

tecnoPARQ promove treinamento sobre Gestão da Inovação para empresa associada

Na última terça-feira (11/06), o Parque Tecnológico de Viçosa promoveu um treinamento para a Tial, empresa associada do tecnoPARQ. O tema foi Gestão da Inovação, um assunto crucial para as...
14 junho 2024

tecnoPARQ promove Workshop Inspirador sobre Liderança Estratégica e de Impacto

No dia 13 de junho, o tecnoPARQ sediou o workshop intitulado “Liderança Estratégica e de Impacto: Desenvolvendo Líderes com Propósitos“. O evento, parte do Programa de Qualificação Empreendedora do tecnoPARQ,...
14 junho 2024